Seguidores

10 de out de 2009

NOITE DE LUAR



Seu perfume no ar, desejo de amar.
Noite de luar, flores na varanda
Lareira acesa, vinho sobre a mesa

Olhares que falam, receios que calam
A lua como cúmplice, corpos entrelaçados
Fusão das almas, amor se revelar.

Sob os olhares das estrelas e do luar
Dois jovens amantes, destinos traçados
Aprendendo a conjugar, o verbo AMAR



Bruno de Paula Campos Jr.
31/08/2009

3 comentários:

  1. Aos olhos do Poeta... Lua e Estrela inspiram... e em meio a corpos que transpiram... o poeta pode sentir um inigualável perfume... e desejar ardentemente sentir aquele cheiro...você sabe qual...afinal..vai virar poesia em tuas mãos... Te beijo?? Ou me beijas?? Só não me respondas com perguntas...

    ResponderExcluir
  2. ....parabéns! tudo está lindo e harmonioso...t gosto mto..nao eskeça..!

    ResponderExcluir
  3. Amor tão sonhado, amor desejado... sentimentos expostos... cumplices do desejo... união de sentimentos... muito mais livre e ousado nos versos do poeta... Maravilhoso!!!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.