Seguidores

17 de out de 2011

(...)



‎" Se um dia, deixarmos de sonhar ...
As estrelas não terão mais sentido. "

=- Bruno de Paula -=

NOSSO PÔR-DO-SOL


" No horizonte,
que um dia desenhamos,
o nosso sol se pôs ...
Com ele,
adormeceram os sentimentos.
Nossas almas,
ali se despediram.
Dentro das noites,
ficaram as estrelas,
o teu sorriso,
o perfume das flores.
Neste quarto,
a saudade num porta- retratos "



=- Bruno de Paula -=

POR VEZES ...


" Por vezes,
beija-me forte
esse vento
da saudade.

Por vezes,
perco-me neste labirinto
do sentir,
estrada sem fim.

Por vezes,
encontro na noite,
olhares que não aquecem
esta gélida solidão.

Ao longo de tantas vezes,
trilhei o caminho
das pétalas e dos espinhos,
ao sabor do destino "


=- Bruno de Paula -=