Seguidores

5 de jan de 2010

APENAS PALAVRAS


" Palavras perdem o sentido
Quando não sentidas
Quando entregues ao tempo.

Meros momentos
Sonhos alados
Sorrisos e lágrimas.

Tatuadas na memória
Na pele, na alma
No que vivo, no que imagino.

Não sou apenas palavras
Também sou silêncios
Mudos e por vezes calados.

Sou também dores
Às vezes escritas
Ou sentidas num olhar.

Sou o som das ondas do mar.
Sou o rítmo do meu pulsar.
Sou as mãos com que escrevo ... "
=- Bruno de Paula -=

FEITO MEL


" O Amor é uma colmeia
Em constante produção.
Já a Paixão ...
Um fio de mel "
=- Bruno de Paula -=