Seguidores

24 de dez de 2010

TEU POEMA INACABADO ...


" Dentro de meus silêncios
E de minhas mãos,
Fria e nua ...
Caminha a madrugada.
Procuro nas rimas
Vestes para o teu Poema.
Confesso à solidão,
O teu nome
Os teus olhos
O teu perfume.
Sentimentos pairam sobre a folha.
Palavras se aninham,
Em meus lábios.
Fecho meus olhos
No desejo de teu beijo.
Amanhece ...
Adormeço com a saudade.
Em meu colo
Teu Poema inacabado "


=- Bruno de Paula -=

NÃO PEDEM


" Corações não pedem palavras ... "


=- Bruno de Paula -=