Seguidores

27 de dez de 2011

FOLHA



" Uma folha,
vermelho rubro
tingida de outono
Se joga em silêncio

Num voo,
Sem medo
sem dor
sem sonhos

Se aconchega no chão
num sono eterno.
 Ali, despede-se do vento
sob o meu olhar.

Eu ?
minha dor ?
meus pensamentos ?
minha solidão ?

Sem nada dizer,
observa sobre a folha
o brilho de uma lágrima.
De quem ? Não sei dizer ... "

=- Bruno de Paula -=