Seguidores

27 de dez de 2011

FOLHA



" Uma folha,
vermelho rubro
tingida de outono
Se joga em silêncio

Num voo,
Sem medo
sem dor
sem sonhos

Se aconchega no chão
num sono eterno.
 Ali, despede-se do vento
sob o meu olhar.

Eu ?
minha dor ?
meus pensamentos ?
minha solidão ?

Sem nada dizer,
observa sobre a folha
o brilho de uma lágrima.
De quem ? Não sei dizer ... "

=- Bruno de Paula -=

2 comentários:

  1. Se houve um tempo... ele se foi...
    Agora sou este vazio tingido, fingido de esperança... Com lágrimas banho o silêncio dos meus dias. Acomodada aqui, como uma flor esquecida num vaso sobre a mesa... Sonhos jamais vividos,nunca esquecidos... piso leve, para que não estremeça na sua vida qualquer pensamento sobre sentimentos só meus... Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. folhas? eu paro pra ver, suas danças, seus movimentos, sua agitação...

    desejo que toda essa energia, te contagie e caminhe contigo em 2012,



    Bjkas

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.