Seguidores

30 de abr de 2010

MUDAM-SE ... RENOVAM-SE


" Mudam-se os tempos ... Renovam-se as estações.
Renovam-se as emoções ... mudam-se as sensações.
Acredita-se ...
E alcança-se simplesmente ... "
=- Bruno de Paula -=

29 de abr de 2010

SENTIMENTOS


" Sentimentos ...
Véu que nos cobre e aconchega.
Refúgio imaginário que a razão desconhece.
Veste leve e transparente
Que tudo esconde e tudo revela.
Desejos despidos e carentes
Tênues, mas poderosos
Vivos e eternos ... "
=- Bruno de Paula -=

28 de abr de 2010

HAPPY


" Não me importo,
Continuo caminhando ...
Sorrindo,
Vou renovando
O contrato com a minha Vida ... "
=- Bruno de Paula -=

SAUDADES ... ?


" Saudades ... ?
É caminhar por entre as estrelas
Folheando as páginas do coração ... "
=- Bruno de Paula -=

27 de abr de 2010

ENCONTRO - TE


" Entre as marés e o pôr-do-sol
meus pensamentos te procuram.
E ... Encontro-te.
Saudades,
beijam-me, assim como a brisa.
Teu nome,
ondas sussurram ... "
=- Bruno de Paula -=

QUANDO SE CALAM ...


" Quando os sentimentos se calam ...
A alma transborda "
=- Bruno de Paula -=

LUZ


" Luz que invade a escuridão
Despertando a alma de tudo que vive
Fazendo do silêncio, doce movimento.

Aquece a superfície
Dá cor no que os olhos buscam
Dá início ao espetáculo da vida.

Verdes esperanças verdes
Adormece a angústia
Desperta o amanhã.

Fachos que acolhem e amamentam
Aurora eterna,
Dos que adormecem para sempre "
=- Bruno de Paula -=

25 de abr de 2010

DE VOLTA ...


( ... )
" Sentiu uma felicidade inexplicável.
Regressou ao passado
Como se nunca o tivesse conhecido ... "
=- Bruno de Paula -=

PAPOULAS


" Hoje eu nasço ...
Deixo elevar o olhar e a Alma
Para terras desconhecidas ...
Meu berço.
Meu pequeno universo "
=- Bruno de Paula -=

23 de abr de 2010

GOSTO DO CHEIRO ...


" Gosto do cheiro do lençol
Esticado e repousado
Em nossas peles lavadas
Nos suores salgados.

Gosto do cheiro da chuva
Da terra molhada
Das lágrimas salgadas
De duas almas apaixonadas.

Gosto do cheiro do mar
Do vôo das gaivotas
Do vai e vem das ondas
Como amantes em sintonia.

Gosto do cheiro do teu perfume
Dos teus beijos molhados
Da forma que me seduz
Do amor perfeito ... "
=- Bruno de Paula -=

QUANDO ...


" Quando nada é certo ...
Me apego no possível "
=- Bruno de Paula -=

22 de abr de 2010

E SE ...


" E se eu resolver abrir o meu coração
E caminhar pelo teu jardim ?

E se de repente, se fizer Primavera
e eu florescer em teu coração ?

E se ... ? "
=- Bruno de Paula -=

GUARDO - TE


" Guardo-te num terno entardecer
Que vejo da janela do meu coração.
Os ventos trazem teu perfume.
O silêncio ...
Uma saudade que não cala "
=- Bruno de Paula -=

21 de abr de 2010

POR ALGUNS SEGUNDOS ...


" Tenho dentro de mim
Momentos imperceptíveis ao tempo,
Mais fugazes que alguns segundos.
Às vezes ...
Sinto-me parte deste presente.
Mesmo vendo o passado
Desbotar diante de meus olhos "
=- Bruno de Paula -=

20 de abr de 2010

SOU LIVRE ...


" Sou livre porque sonho ... "
=- Bruno de Paula -=

19 de abr de 2010

VIAGEM PERFEITA


" O sonho é uma viagem perfeita
Onde tudo nasce, nada morre
Nele, o amor é eterno.

Sonhar é flutuar por um mundo encantado
Onde os momentos são como bolas de sabão
E o tempo cabe em nossas mãos.

Sonhar é fugir da dor
Sorrir alegria
Se aquecer ao sol ... "
=- Bruno de Paula -=

SILÊNCIO PERFEITO


"Existe em mim
O silêncio perfeito.
E nele ...
Encontro você "
=- Bruno de Paula -=

AZUL DO MAR & AZUL DO CÉU


" Hoje o mar cantou
As minhas alegrias,
E o meu amor.
O céu,
Se abriu em azul
Ao ouvir o alegre canto
Daquelas águas.
O azul do mar
E o azul do céu ...
Alí se encontraram
E se tocaram "
=- Bruno de Paula -=

18 de abr de 2010

PROCURO - TE


" Entrego-me
Sem medos.
Dispo a noite,
Visto-me de desejos.
E sem pudor,
Procuro-te nas pontas dos dedos ... "
=- Bruno de Paula -=

17 de abr de 2010

FLORES - POETRIX DO MEU FILHO GERMANO .


" A flor é rosa
Ela é maravilhosa
A rosa é cheirosa "
Germano G. de Paula Campos
( Meu Caçula - 08 anos )

16 de abr de 2010

CARREGAS ...


" Carregas em teu olhar,
Ventos de saudade.
Em tuas lágrimas,
Silêncio que fala ... "
=- Bruno de Paula -=

15 de abr de 2010

SORRIU ...


" Sorriu.
Porque o mundo era todo seu.
E cabia naquele pequeno sorriso ... "
=- Bruno de Paula -=

OLHO - AS


" Quando só me restam as estrelas ...
Para me sentir feliz,
Olho-as
E sou ... "
=- Bruno de Paula -=

14 de abr de 2010

GOSTO


" Gosto da inquietude do teu olhar.
Do sabor do teu sorriso.
Dos teus desejos semi contidos.
Do teu corpo ,
Meu nome chamar ... "
=- Bruno de Paula -=

MEUS DIAS ...


" Todas as vezes
Que o teu sorriso
Preenche os meus olhos ...
Decoro os meus dias
Com milhões de cores "
=- Bruno de Paula -=

PODE ...


" Pode arrancar-me com as tuas mãos
Todo o amor que existe em mim.
Podar meus sonhos,
Cortar minhas raízes.
Pode acabar com o meu jardim.
Esconder o sol.
Mas ...
Sempre haverá flores
Brotando dentro de mim "
=- Bruno de Paula -=

13 de abr de 2010

DE QUE VALE ?


" De que vale uma porta aberta ...
Se do lado de dentro
Existem paredes sem janelas ? "
=- Bruno de Paula -=
40.000
VISITAS

THANK'S !

12 de abr de 2010

COMO DISFARÇAR ... ?


" Como disfarçar esse amor
Com tantas evidências ...
Tentar guardá-las,
No meu mais profundo silêncio ...
Se tu sabes de cor
Todos os meus sentimentos ? "
=- Bruno de Paula -=

11 de abr de 2010

ESCREVO ...


" Não escrevo apenas palavras ...
Escrevo sentimentos,
Flores, céu e mar.
Rabisco balões coloridos
Carregados de sonhos
A revoar ... "
=- Bruno de Paula -=

MEU ...


" Neste silêncio que é só meu ...
Tudo nasce e tudo morre "
=- Bruno de Paula -=

10 de abr de 2010

QUERO SER ...


" Quero ser o desejo
Que te beijas nas noites.
Deixando-te nos lábios
O sabor do mel ...
Que tu provas sem pudor "
=- Bruno de Paula -=

UM NADA ...


" Quando a brisa do mar
Toca-me o corpo
E na pele
Sinto o calor do sol,
O tempo pára por um momento
E da alma ...
Brota uma lágrima.
Quando o pôr-do-sol
Despede-se
Sem nada dizer ...
Procuro-te no céu.
As estrelas,
Falam-me de ti.
O luar,
Cobre-me de saudades,
Fazendo o tempo caminhar.
Olho para os lados,
E não te encontro.
Olho pra trás ...
E encontro o meu mundo
Tornando-se um nada ... "
=- Bruno de Paula -=

9 de abr de 2010

PURA MAGIA ...


" Emergem de encantos
Pura magia.
Fazes brotar aos meus pés
Flores das mais belas cores
Alegria que exala perfume.
Pintam-me de vida.
Fazes ...
Pássaros cantar.
Borboletas dançar.
Gnomos brincar.
Fazes ...
Na minha pele
tapetes coloridos.
De mim um jardim.
Princípio sem fim "
=- Bruno de Paula -=

8 de abr de 2010

NÃO CHORES


" Não chores
Por não veres o brilho do sol.
As lágrimas ...
Não te deixarão ver o azul do céu
E nem o brilho das estrelas "

=- Bruno de Paula -=

SEM LIMITES


" O verdadeiro amor
Nunca se limita a sonhar.
E pra ele ...
O céu está apenas a meio caminho "
=- Bruno de Paula -=

FORAM EM TEUS OLHOS


" ... Foram em teus olhos
Que me ví amanhecer
Entre flores brancas junto ao rio.
Foram em teus olhos,
Que o meu silêncio se calou.
Foram em teus olhos,
Que meu sol brilhou
Despertando um novo amor.
Foram em teus olhos,
Que nasceram meus versos.
Foram teus olhos,
Que com poucas palavras
Me ensinaram a te amar ... "
=- Bruno de Paula -=

6 de abr de 2010

PEDI ...


" Hoje
Pedi a Lua ...
Que te mostre o meu rosto
Carregando o meu olhar
Em forma de luar.
Pedi ao Mar ...
Que te cante os versos
Que fiz pra ti.
E ao Vento ...
Que afague os teus cabelos
Acaricie o teu rosto,
Quando com você
Eu não estiver "
=- Bruno de Paula -=

SEGREDOS EM PÉTALAS


" Teu olhar
Faz-se mar de desejos.
Teu corpo ...
Noites sem fim.
Escrevo em pétalas
Segredos nossos
Que desabrocham em silêncio,
Colorindo o nosso jardim "
=- Bruno de Paula -=

PELA PORTA DO MEU SILÊNCIO


" Pela porta do meu silêncio
Entram pássaros encantados.
Voam pelo meu jardim ...
Trazem no canto,
Notícias de você.
Nas asas,
Saudades de nós.
Depois da revoada,
Encosto a porta.
Aconchego-me no silêncio
Da tua ausência.
Fecho os olhos ...
E respiro "
=- Bruno de Paula -=

5 de abr de 2010

UM POUCO DE UM NADA ...


" Queria um pouco do teu nada.
Mesmo sendo um nada
Com sabor agridoce.
Um pedaço do teu tempo,
Um instante qualquer.
Um olhar perdido no infinito,
Um suspiro carregado de paixão,
Um sorriso sereno como o luar.
Um deslize da tua razão,
Um gesto de emoção.
Uma palavra lançada ao vento,
Em busca de uma resposta
Um sim ou um não.
Um pouco do teu silêncio,
Mudo ou gritante.
Um tocar dos teus lábios,
Tão leve que seja.
Queria vestir-me destes momentos
De um nada.
E fazer desse pouco do nada
Uma eternidade ... "
=- Bruno de Paula -=

ENTRE NÓS


" Entre sentimentos,
Palavras.
Entre palavras,
Silêncios.
Entre silêncios,
Desejos.
Entre desejos,
Olhares.
Entre olhares,
Nós.
Entre nós,
Um amor.
Entre um amor,
Não há céu e nem mar.
Somente nós ... "
=- Bruno de Paula -=

4 de abr de 2010

HÁ DIAS ...


" Penso que somos
Complicados demais ...
Há dias
Que prefiro nem pensar
Para não complicar ainda mais "
=- Bruno de Paula -=

1 de abr de 2010

DESEJOS EM VERSOS


" Palavras caladas
Mensageiras da alma
Quebraram em silêncio,
O silêncio
Das paredes frias do meu quarto.
Das pontas dos dedos,
Brotaram desejos em versos.
Que se despiram
Do papel e do peso da tinta
Para ganharem asas
E irem ao teu encontro ... "
=- Bruno de Paula -=