Seguidores

4 de jan de 2010

NOITE NO CAIS


" Sentado aqui
Nesta pedra nua e fria
Já desgastada pelo mar ...
Respiro o ar do cais,
Fecho os olhos,
E quase te sinto ...
É a brisa que me afaga
Os cabelos ...
A face ...
A alma ...
Queria que fosses tu ...
Levando esta saudade "
=- Bruno de Paula -=


AROMAS


" Quero ...
Tocar-te e sem pressa,
Invadir o teu corpo.
Vestir-me da tua pele,
Provar todo o teu sabor.
Despir o mundo lá fora
Criar um jardim só nosso.
E num tapete florido,
Amar-te ...
Ficando em nossos corpos
O aroma do desejo.
E nas nossas almas
O perfume das rosas ... "
=- Bruno de Paula -=