Seguidores

23 de jan de 2012

HÁ ...



" Há mãos,
que se entrelaçam em eternidades.
Olhares,
que se eternizam entrelaçados.

Há noites,
que a lua insiste em não dormir.
Lágrimas,
que molham a solidão.

Há partida,
em dias azuis.
Saudade,
que está por vir ... "

=- Bruno de Paula -=

LÁGRIMAS ORVALHADAS



" A noite já nua
chora a despedida
das estrelas e da lua.

Lágrimas orvalhadas,
se desprendem do céu,
despertando a manhã perfumada. "

=- Bruno de Paula -=