Seguidores

24 de jan de 2010

ASSIM TE ESPERO


" Há um desejo incontido,
Nas palavras que minha alma dita.
Há um amor que brota,
Nesses olhos que te procuram.
Há um mar de desejos,
Que contigo quero navegar.
Há um corpo que te espera,
Nas quatro estações.
Há um coração que te chama,
Quando te vê.
=- Bruno de Paula -=

DOIS DOS MEUS POEMAS - PUBLICADOS NO JORNAL DA CIDADE online


O TEMPO E EU

Desperta a madrugada ...
O sol dorme, os jardins,
O mar, os rios, as pedras.

Tu também dormes ...
Até mesmo os sonhos dormem,
Nos braços de Morpheu.

Eu, deitado na cama,
Olhando o infinito branco do teto,
Janela dos meus pensamentos.

Inquieto ... consumo o tempo
Desta madrugada muda.
É cedo ... Muito cedo ainda.

Mas sempre tão tarde ...
Os segundos dentro do minuto
Os minutos dentro de cada hora.

Fazendo do tempo que corre,
Maior a distância
Uma saudade infinita

Bruno de Paula


--- " ---


AMOR EM VERSOS

O amor não se define.
Não cabe em palavras.
Amor é um afago,
Ladeado de procura.

Amor é um coração em eco,
Pulsando sem ritmo.
Um olhar cego.
A ternura de um sorriso.

O amor é a alma que fala.
Poema que não acaba.
Gestos que não se aprende.
É tudo, nunca um pouco.

O amor é vida.
É o universo em sonho.
É vento num labirinto,
Onde perdido ... Me encontrei

Bruno de Paula


Um dos sites do Jornal da Cidade Online :
http://www.jornaldacidadeonline.com.br/leitura_artigo.aspx?art=1729

PRESSA DE VOCÊ


" São tantos os sonhos para sonhar ...
Que tenho pressa de você "
=- Bruno de Paula -=