Seguidores

27 de nov de 2009

TALVEZ


" Talvez teu olhar
Não seja teu maior segredo.
Talvez teu Poema
Seja um grito fugindo da solidão.
Talvez tua essência
Seja um eclipse da tua alma,
Oculta na multidão.
Mais sobre ti ?
Talvez não consiga definir.
De resto, não te conheço.
Sei que és do mundo
A que pertenço.
Talvez ... Basta "

=- Bruno de Paula -=

CONTINUO


" Mesmo a Vida conduzindo-me
Entre aspas, parênteses e reticências
Não consegui ser diferente.
... Contrariando a grande maioria
Continuo sendo o que sempre fui,
Verdadeiro ... "

=- Bruno de Paula -=