Seguidores

31 de mai de 2010

SÓ PARA TE VER


" Debruço-me sobre as estrelas
Só para te ver passar ... "
=- Bruno de Paula -=

30 de mai de 2010

28 de mai de 2010

AMOR EM VERSOS


" O amor não se define.
Não cabe em palavras.
Amor é um afago,
Ladeado de procura.

Amor é um coração em eco,
Pulsando sem ritmo.
Um olhar cego.
A ternura de um sorriso.

O amor é a alma que fala.
Poema que não acaba.
Gestos que não se aprende.
É tudo, nunca um pouco.

O amor é vida.
É o universo em sonho.
É vento num labirinto,
Onde perdido ... Me encontrei "
=- Bruno de Paula -=

TROCA ?


" Troco com você ...
Meu amanhã, meu depois de amanhã
E outro depois de amanhã ...
Por um hoje, somente nosso.
Troca ? "
=- Bruno de Paula -=

26 de mai de 2010

PERPÉTUA FUGA


" O sentimento
Quando impedido de transbordar,
Se exila nas profundezas da alma.
Sem liberdade,
Renuncia a própria existência.
Suicida-se,
Na perpétua fuga ... "
=- Bruno de Paula -=

24 de mai de 2010

DEIXEI A SAUDADE ...


" Hoje ...
Deixei a saudade me empurrar
Fazer-me correr por uma estrada
Que me levasse até você "
=- Bruno de Paula -=

EFÊMERA PAIXÃO


" A paixão ...
Nasce ... cresce ... e parte.
Tudo é reflexo
Dentro de um avesso.
Não são nós,
São laços.
Sentimento efêmero.
Frágil como o brilho do teu sorriso
E o calor de tuas mãos ... "
=- Bruno de Paula -=

GOSTAVA ...


" Gostava quando lhe dizia
Que lhe amava ...
Gostava quando lhe pedia
Para deixar-me gostar de você.
Aquilo me acalmava
Acolhia a minha alma ... "
=- Bruno de Paula -=

22 de mai de 2010

DIA DO ABRAÇO - 22 DE MAIO


" Abraços ...
Afagos em forma de laços.
Laços que protegem e aquecem.
Carregam dentro de si,
Palavras soletradas bem baixinho ...
Estou aqui !
Esculpem e decifram na pele,
Sorrisos de uma amizade.
São portas sem fechaduras.
Presente que não tem preço.
Nele tudo cabe
Nada escapa
Tudo se aconchega ... "
=- Bruno de Paula -=

21 de mai de 2010

PAPOULAS


" Com a tinta ainda fresca ...
Lindas papoulas
Que a natureza assinou.
Colho neste tapete
Sonhos em versos.
Poema vermelho,
Agora seco ...
Pelo sopro do vento "
=- Bruno de Paula -=

19 de mai de 2010

OLHAR-TE ...


" Difícil ...
É olhar-te nos olhos
E neles enxergar
Que o nosso amor virou saudade "
=- Bruno de Paula -=

18 de mai de 2010

FOLHA QUE VOA


" Não chores.
Não foi o vento que te arrancou.
E sim ...
A liberdade que te levou "
=- Bruno de Paula -=

ÁGUA QUE NÃO SACIA


" Minha alma
Vagueia pelas ruas do pensamento,
Sob o olhar triste da solidão.
Sem o véu
Despida do presente,
Caminha pelas esquinas
Das noites frias e vazias.
Já cansada ...
Chega às margens da saudade
Mergulha no passado
E bebe da água do tempo.
Água salgada
Que não mata a sede.
Alma solitária ...
Sedenta de aconchego,
Adormece
Na quietude do silêncio "
=- Bruno de Paula -=

17 de mai de 2010

SONHEI ...


" Conversando com o meu coração ...
Toquei o céu
Sonhei teus Beijos "
=- Bruno de Paula -=

16 de mai de 2010

HOMENAGEM RECEBIDA PELO BLOG BRISA E PENSAMENTOS






Uma honra, receber tal selo.

Grato,

=- Bruno de Paula -=



PALADARES JÁ VIVIDOS


" Diariamente ...
A Vida nos convida
A degustar paladares já vividos "
=- Bruno de Paula -=

15 de mai de 2010

...


" Minha sombra tem cores.
Meu silêncio ...
Voz "

=- Bruno de Paula -=

13 de mai de 2010

CHEGOU ASSIM ...


" Chegou como o sol de inverno ...
Fez do meu outono
Primavera "
=- Bruno de Paula -=

12 de mai de 2010

CORES E PERFUMES ...


" Não é apenas
O colorido da borboleta
Que me encanta.
Também tua alma.
Pois carrega ...
O perfume das flores "
=- Bruno de Paula -=

EXISTEM SENTIMENTOS ...


" Existem sentimentos
Que o tempo consegue apagar.
Mas existem aqueles
Em que o tempo,
Mal consegue a poeira tirar "
=- Bruno de Paula -=

11 de mai de 2010

SOFRO POR AMAR-TE ...


" Sofro ...
Por amar-te
Apenas em pensamento.
Beijo-te ...
E meus lábios, não encontras.
Toco-te ...
E teu corpo, nada sentes.
Encontro-te ...
Porém, teu olhar não me alcanças.
Vagueio pelo teu mundo ...
E não me percebes.
Chamo-te ...
Mas não me ouves "
=- Bruno de Paula -=

SE TOCAM ... SE AMAM


" Eternos sussurros ...
Doces juras de amor
Carícias que o tempo contempla.
Brancos mantos de lindos cantos
Cantos ...
De continentes distantes
De noites estreladas
De luas apaixonadas.
Águas que beijam a areia nua.
Duas almas que se tocam
Se amam ...
Sem pressa alguma "
=- Bruno de Paula -=

10 de mai de 2010

FIZ - ME


" Deixei as amarras de uma vida.
Fiz-me borboleta
Sonhei meus jardins
E parti ... "
=- Bruno de Paula -=

ECOS DE TI ...


" Todas as noites ...
Pergunto aos ventos por mim.
Como resposta,
Me trazem ecos de ti "
=- Bruno de Paula -=

SE ÉS ...


" O teu destino ...
Fez-se minha estrada.
Se és noite ...
Sou o luar que te ilumina.
Se és mar ...
Sou o sol que te beija.
Se és flor ...
Sou o jardim que te acolhe.
Se um dia fores eu ...
Serei tu "
=- Bruno de Paula -=

TU E EU


" Tu, o espinho
Eu, a vida ...
Entrelaçados neste sonhar "
=- Bruno de Paula -=

9 de mai de 2010

ATRÁS DE SONHOS


" Escalo mundos distantes
Atrás de meus sonhos.
É desta forma
Que vou vestindo
O meu jardim de flores ... "
=- Bruno de Paula -=

MÃE ... PARABÉNS PELO TEU DIA !


" Assim que despertas
És flor ... És perfume
A Rosa mais linda
De qualquer jardim.

Tua essência é a ternura
Olhar que afaga
Mãos que protegem
És Mãe !

Cuidado infinito
Amor único
Bem maior de qualquer Filho
És Mãe !

Carinho que embala
Colo que aquece
Peito que amamenta
És pura ...

Te Amo, minha Mãe ! "

=- Bruno de Paula -=

8 de mai de 2010

EM VOCÊ ...


" Em você ...
Escrevo todos os meus segredos
Com o fogo que arde
Nas pontas de meus dedos.
Desnudando tuas fantasias,
Deixo-me levar por um mar de êxtase
Navegando em águas calmas e agitadas.
Deixo em tua boca os meus desejos
E na tua pele o meu suor.
Suor ... com sabor de rosas e pecado.
Ao nascer do dia
Descanso meu corpo em tua sombra
Adormeço meus desejos
Entrego-me ao silêncio do teu olhar ... "
=- Bruno de Paula -=

UM ABRAÇO


" Muitas vezes ...
Procuramos nada mais
Que um simples abraço.
Não precisa ser o mais longo
E nem o mais apertado.
Apenas ...
Um que cubra
Alguns espaços vazios ... "
=- Bruno de Paula -=

PLANTANDO SONHOS


" Num pedacinho da noite
Guardado por estrelas,
Existe um céu azul e infinito
Que cabe em minhas mãos.
Nele ...
Vou plantando e colhendo
Os meus sonhos ... "
=- Bruno de Paula -=

7 de mai de 2010

DE REPENTE ...


" De repente ...
Aquela vontade de correr
Rir do tempo
Sorrir para o momento.
O vento ...
Correndo, nos empurrava.
Ao longe ...
O destino nos espreitava.
E a felicidade ...
Não muito distante,
Nos esperava "
=- Bruno de Paula -=

5 de mai de 2010

HOMENAGEM DO BLOG ATITUDES & IDÉIAS

ÉS MÃE ... !


" Assim que despertas
És flor ... És perfume
A Rosa mais linda
De qualquer jardim.

Tua essência é a ternura
Olhar que afaga
Mãos que protegem
És Mãe !

Cuidado infinito
Amor único
Bem maior de qualquer Filho
És Mãe !

Carinho que embala
Colo que aquece
Peito que amamenta
És pura ...

És Mãe ! "

=- Bruno de Paula -=

4 de mai de 2010

DIFÍCIL MESMO ...


" Difícil mesmo
É maquiar um sentimento
Quando na verdade
Ele transborda vida ... "
=- Bruno de Paula -=
50.000
visitas

THANK'S !

MINHA MEDIDA ...


" Hoje a minha medida é o céu.
Céu ...
De infinitos azuis
Tingido de cores
De sonhos e amores.
Céu ...
Que me cobriu de azul
Que iluminou minh'alma
Que me deu longas asas
Para chegar
Aos braços de Morpheu.
Céu ...
De estrelas cadentes
De olhares prateados
De sonhos realizados
Céu ...
Hoje, valeu a pena "
=- Bruno de Paula -=

3 de mai de 2010

BRISA AMIGA ...


" Esta Brisa
Que suavemente
Me envolve e me beija,
Fala-me ...
Dos amores
Dos perfumes das flores
Do luar
Do azul do mar
Das estrelas
Dos ventos que cantam
Do outono
Do calor dos amantes ...

Ah ! Como te invejo,
Minha amiga ! "
=- Bruno de Paula -=

PEDAÇO DE LUZ


" Espalho segredos em meu caminho
Choro a despedida em teu abraço.
Deixo pétalas prateadas em chão anil
Tatuo na noite largos sorrisos,
Deixo entre as estrelas pedaços de mim.
Minha viagem é longa e solitária.
Carrego o infinito como destino
Mergulho em tempo parado
Minha morada é o desconhecido ... "
=- Bruno de Paula -=

2 de mai de 2010

ALÉM DO MEU OLHAR


" Quando tropeçar em meus sentimentos
Não me peça outra palavra
Além do meu olhar ... "
=- Bruno de Paula -=

1 de mai de 2010

QUERO-TE ASSIM ...


" Quero-te em minha pele
Na fragilidade dos segundos.
Sentir o calor do teu corpo,
Com o toque dos meus lábios.
Perder-me,
Nos segredos da tua pele.
Aconchegar-me,
Delicadamente em tua boca.
Encontrar-me,
No silêncio de nossas Almas ...
Quero-te assim "
=- Bruno de Paula -=

ROSA


" Rosa ...
És flor
Veludo
Paixão

Traduzes
Gestos calados
Murmúrios
De eternidade

Rosa ...
És flor
Desejada
Amada

Acolhes
Em tuas pétalas
A brisa do luar
As cores da Primavera

Rosa ...
Como quero
Nascer em ti
Florir
Em tuas pétalas "
=- Bruno de Paula -=