Seguidores

7 de nov de 2011

E MESMO QUE EM VÃO ...


" Esta saudade ...
Tênue como a brisa,
sussurra teu nome
em meus silêncios.

Partilho com a solidão
nossos dias, nossas noites.
O mar, o luar.
O verbo amar.

Sob o dolorido olhar
de meus sentimentos,
dispo teu corpo
dentro de meus pensamentos.

Deito ao lado de tua ausência.
E mesmo que em vão ...
Procuro tuas mãos.
Busco teus beijos. "


=- Bruno de Paula -=