Seguidores

7 de nov de 2011

E MESMO QUE EM VÃO ...


" Esta saudade ...
Tênue como a brisa,
sussurra teu nome
em meus silêncios.

Partilho com a solidão
nossos dias, nossas noites.
O mar, o luar.
O verbo amar.

Sob o dolorido olhar
de meus sentimentos,
dispo teu corpo
dentro de meus pensamentos.

Deito ao lado de tua ausência.
E mesmo que em vão ...
Procuro tuas mãos.
Busco teus beijos. "


=- Bruno de Paula -=

2 comentários:

  1. saudade
    doe,e não tem
    pra onde correr
    como eu queria
    descobrir uma maneira de
    fugir dela.
    linda semana

    ResponderExcluir
  2. Venha sem receio... eu quero o sabor do seu desejo, venha com ternura... eu quero o mel dos teus olhos invadindo os meus, venha sem pudor... eu quero que meu amor te faça livre... que as carícias não aprisionem sentimentos... mas, desenhem teu perfil... Desejo que o amor seja porto e partida... seja o oasis das nossas vidas... Beijos!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.