Seguidores

26 de dez de 2011

AMOR PROIBIDO


" Canta o mar
à pedra gasta
à praia nua,
seus amores e segredos.

Chora a lua,
aos olhos do poeta,
o adeus de sua paixão
que os lábios jamais tocou. "

=- Bruno de Paula -=

PÉTALAS


" São pétalas de rosas
colhidas com carinho
vindas de meu jardim.

Salpicadas de orvalho da manhã
vestidas de sonhos
regadas de ternura.

Sopro-as ao teu encontro
para que elas enfeitem teus dias
perfumem tuas noites.

Até a eternidade ... "


=- Bruno de Paula -=