Seguidores

2 de dez de 2009

ESTRANHA SENSAÇÃO


" Olho à minha volta
Não encontro meus sentimentos.
Estranha sensação do vazio poético.
Olho triste pela janela,
Não vejo mais o mar.
Levou consigo meus pensamentos
Até mesmo, as lágrimas de saudades.
Não consigo tatear o tempo
Estranha sensação ...
Hoje, o meu sentir
É um anexo perdido, sem pousada ... "

=- Bruno de Paula -=

PASSO A PASSO


" Minuto a minuto
Perco-me dos meus sonhos.
Segundo a segundo
Aproximo-me de mim mesmo.
Passo a passo, vou caminhando
E a cada passo ...
Vou vivendo um dia de cada vez "

=- Bruno de Paula -=