Seguidores

26 de mar de 2012

GESTOS DESCALÇOS


" O que me conquista ... ?
O olhar que nada esconde
A Alma nua
Os gestos descalços
A humildade nas mãos
O simples, 
em sua plenitude. "

=- Bruno de Paula -=

NÃO ME PERTENCE


" Como posso escrever o que sinto,
se o que sinto,
não mais me pertence ... ?
Meus poemas,
são feridas mal curadas.
Palavras caladas.
Solidão em devaneio,
carregando pedaços de mim. "

=- Bruno de Paula -=

DEIXA-ME ...


" Deixa-me,
sonhar como criança.
Sentir nos pés,
o orvalho que beija as manhãs.

Colher abraços desajeitados.
Sorrir com a idade.
Deixar o tempo me levar,
sem nada cobrar.

E lá na frente ...

Contar as rugas,
chorar por uma vida vivida
olhar o pôr do sol
namorar as estrelas.

Cantar
dançar
e por quê não,
voar ... ! "

=- Bruno de Paula -=