Seguidores

4 de abr de 2012

SABORES DE OUTONO


" Há dias, em que me rendo,
às tardes de outono.

A rede na sacada
A caneca com chocolate quente
A chuva cantando no telhado
O vento dançando por entre as folhas.

O ranger do portão ...

Seu abraço gostoso,
ladeado de sorrisos trêmulos.
Seus lábios gelados,
a procura dos meus. "

=- Bruno de Paula -=

UM ADEUS


" De mãos dadas ao vento,
entregou-se nua,
aos braços do destino.

Num planar de pura elegância e rara beleza,
aconchegou-se docemente ao chão ...
Chorando sua despedida. "

=- Bruno de Paula -=