Seguidores

29 de fev de 2012

EXISTEM MOMENTOS


" Existem momentos ...
Em que uma vida,
cabe dentro de uma lágrima. "

=- Bruno de Paula -=

FICAM


" Na memória do tempo,
ficam as palavras
os silêncios
e as horas gastas. "

=- Bruno de Paula -=

VIVER ...


" É a efemeridade de um sopro do vento.
O correr das águas de um rio,
tatuando história nas margens do tempo.

É arriscar voos plenos,
na intenção de alcançar o ponto mais alto,
onde os sonhos dormem em segredo.

É o desejo de chegar além do ponto final ...
A esperança, 
de um eterno despertar. "

=- Bruno de Paula -=

APRENDA ...


" Aprenda a caminhar pelos escombros e,
fazer das tempestades,
conselheiras. "

=- Bruno de Paula -=

(...)


" A cada gesto amigo,
nasce um sorriso. "

=- Bruno de Paula -=

RIO QUENTE


" Saudade.
Rio quente e salgado
que molha meu sorriso e,
morre em meus lábios.
Fazendo-me, 
degustar o passado gole a gole.
Desaguando em minh'alma. "

=- Bruno de Paula -=

28 de fev de 2012

TEU ABRAÇO, TEUS SILÊNCIOS ...


" (...) Naquela noite,
quando você chegou saudade ...
Queria apenas teu abraço, 
teus silêncios.
Colar meu coração ao teu,
e ali ficar, 
até a chuva passar. "

=- Bruno de Paula -=

26 de fev de 2012

TOCA ... E ME TOCA


" Vou vivendo meus dias,
sem me importar com a música
que lá fora toca ...
Caminho dentro do tempo,
ouvindo o que dentro de mim 
toca e, me toca. "
=- Bruno de Paula -=

AZUL PAIXÃO


" Saudades dos teus silêncios bem colocados ...
Das noites, azul paixão. "

=- Bruno de Paula -=

25 de fev de 2012

(...)


" Ultimamente,
minha relação com a vida tem sido tão boa,
tão clean, olho no olho, verdadeira ...
Que as coisas que nada me acrescentam,
o destino vem colaborando,
desocupando espaços. "
=- Bruno de Paula -=

(...)


" Te procurei em tantos lugares ...
Até mesmo,
onde meu coração desconhecia. "

=- Bruno de Paula -=

24 de fev de 2012

(...)


" A vida é um livro de dois capítulos ...
O ontem e, o hoje. "

=- Bruno de Paula -=

(...)


" Jamais seja escravo de teus sentimentos.
Mesmo porque, nada é eterno.
Os dias,
renascem das escuridões.
E o amor,
de pequenos descuidos. "

=- Bruno de Paula -=

23 de fev de 2012

RECICLAR


" Muitas vezes,
esquecemos de reciclar nossos sentimentos.
De esvaziar as gavetas da alma ...
De abrir as janelas e,
deixar o sol entrar. "
=- Bruno de Paula -=

22 de fev de 2012

DOCE SAUDADE


" Gostoso sentir saudades de ti ...
Chega sorrindo,
sem machucar.
Sem pressa,
ela vai ficando ... ficando e,
quando penso que será eterna,
deixa um suspiro e, 
foge com a brisa. "
=- Bruno de Paula -=

CUIDADO ...


" Tome cuidado com as expectativas ...
Além de roubarem teus momentos,
conseguem apagar o brilho
do que é verdadeiro. "

=- Bruno de Paula -=

FICHAS


" Muitas vezes,
depositamos todas as fichas na pessoa errada.
A carência é tão tola, 
que mesmo assim,
ainda acaba pagando pra ver. "
=- Bruno de Paula -=

AMANHÃ ...


" A vida pode ser dura com a gente ...
Nos jogar às paredes.
Nos vender ilusões.
Nos roubar alguns sonhos.

Por mais que ela nos moa, lembre-se :
É no chão, onde tudo floresce.
Hoje, você é pó.
Amanhã, flor. "
=- Bruno de Paula -=

21 de fev de 2012

PERMITA-SE ...


" Permita-se ...
Tudo é pouco quando se deseja muito. "

=- Bruno de Paula -=

GARIMPANDO RESPOSTAS


" Não quero que a vida,
me dê todas as respostas ...
Quero viver eternas buscas,
garimpando as que ainda não tenho.
Viver sonhos, acordado.
Provar ilusões que me tirem do chão.
Acordar nas manhãs e,
ter a certeza,
que algo de melhor
ainda está por acontecer. "

=- Bruno de Paula -=

ENCONTRO AMIGOS-POETAS (SP)



Regina Zamora, Eliane Bezerra, Antônio Poeta, Mando Mago Poeta, Adriana Leal, Dú Karmona, Valéria Revoredo, Reggina Moon, Bruno de Paula, Luiza Maria Bari Marcondes.



(...)


" Sempre duvidei das palavras.
São efêmeras, 
sem texturas ...
Prefiro confiar,
na leveza,
da voz de um olhar. "
=- Bruno de Paula -=

(...)


" O tempo cura, machucando ... "

=- Bruno de Paula -=

19 de fev de 2012

QUANTO MAIS BUSCO ...


" Às vezes,
me arrisco a sair por aí
em busca de um sorriso distraído,
um oi perdido, um afeto, um aconchego.
Sinceramente,
não sei por que ainda insisto ...
Os sentimentos se tornaram ariscos,
difíceis de serem tocados, abraçados.
E quanto mais busco,
mais vazias,
minhas noites ficam. "

=- Bruno de Paula -=

DOCE


" Só tenho para te oferecer,
o que de mais doce eu guardei.
Meus sentimentos ... "

=- Bruno de Paula -=

18 de fev de 2012

(...)


" Quando a alma é cega ...
A brisa que sopra,
é tempestade. "

=- Bruno de Paula -=

(...)


" Inventava uma mentira qualquer
para não entregar o coração à solidão.
Achava que estar junto,
era ser feliz ... "

=- Bruno de Paula -=

17 de fev de 2012

NOITE ESCURA


" Efêmero presente,
paralelo, 
intocável.
Oculto e incrédulo,
o futuro apenas espreita,
com medo do seu próprio amanhã.
Pensamentos se perdem
por entre os minutos,
tecendo profundos labirintos.
Versos se recusam a rimar 
sob a penumbra do luar.
Palpáveis,
são as paredes frias e mudas deste quarto,
que acolhem esta solidão.
Visível, apenas o passado.
O único a se movimentar,
recitando dor e paixão. "

=- Bruno de Paula -=

16 de fev de 2012

TE ENCONTRO E TE PERCO


" (...) São nos sonhos que te encontro.
E são neles, que te perco ... "
=- Bruno de Paula -=

APRENDI


" (...) Na verdade ...
Aprendi a me amar nas duras perdas.
Foi quando percebi,
que eu ali, sozinho,
era tudo o que eu precisava. "
=- Bruno de Paula -=

(...)



" (...) Tantas saudades ainda virão ...
Relaxa, viva !
Olhar pra trás ?
Pra quê ? "
=- Bruno de Paula -=

15 de fev de 2012

THANKS !


170.000
acessos ...
THANKS !

CARREGO


" Carrego no bolso um punhado de esperança.
E dentro das manhãs que me despertam ...
Uma fé, que não cabe em mim. "
=- Bruno de Paula -=

E EU ...


" Esta saudade me fazendo solidão.
Lá fora, ventos aflitos
varrendo as folhas, varrendo as horas.
Aqui dentro,
o tempo parado cheirando a passado.
No papel já amarelado ...
Palavras desbotadas,
sentimentos calados.
Sobre a cômoda, 
uma moldura sem retrato.
E eu,
sentado sobre minha sombra,
distante de mim.
Abismo sem fim. "
=- Bruno de Paula -=

14 de fev de 2012

NU DE MIM ...



" Dispo-me.
Pele
Sentimentos
Nu do meu eu, subsisto.

Distante de mim,
ausente de ti,
perco-me no ir e vir
de meus pensamentos.

Fincado no tempo.
Imóvel.
Apenas espreito horizontes
e movimentos.

Sou solidão que a lua ilumina.
Lugar onde o vento se aninha.
Sou rocha fria e nua,
que fere as ondas e afasta o mar. "

=- Bruno de Paula -=

(...)


" É fácil criar laços ...
Complicado mesmo é desatar os "nós".
=- Bruno de Paula -=

CICLOS


" Nunca gostei de fechar ciclos ...
O mundo dá voltas e mais voltas,
acertando ponteiros
aparando arestas. "

=- Bruno de Paula -=

POETA


" Todo Poeta,
não morre uma única vez.
Vai se morrendo ... "

=- Bruno de Paula -=

13 de fev de 2012

PUDESSE


" Pudesse o luar
cobrir a noite nua
com seu manto.

Pudesse teu olhar
ser céu infinito,
canteiro de meus sonhos. "

=- Bruno de Paula -=

(...)


" De todos os presentes que o amor pode nos oferecer ...
A saudade,
é o mais em conta. "

=- Bruno de Paula -=

(...)


" De que preciso ?
Uma dose de momentos anos 80 e,
suas mãos para segurar ... "

=- Bruno de Paula -=

12 de fev de 2012

ESSE AMOR



" Saudade ...
muralha
inacessível
invisível
intocável

Bocas ...
Que se procuram
sem encontrar.
Que se sentem
sem beijar.

Corpos ...
Que se arrepiam
sem tocar.
Que se amam
sem provar.

Esse amor ...
Inexplicável.
Sem sabor,
de pactos mudos
ainda por realizar. "

=- Bruno de Paula -=

(...)


" Aprecio os olhares ...
Principalmente aqueles,
que nos vestem tão bem
quanto a pele. "

=- Bruno de Paula -=

11 de fev de 2012

HÁ TARDES


" Há tardes dentro do outono,
que me apetece,
não parar o tempo ...
Apenas,
deixá-las seguir
em passos bem lentos. "

=- Bruno de Paula -=

QUANDO NOS LÍAMOS


" Saudades de quando nos líamos devagar ...
Dos lábios que se tocavam e,
nada falavam.
Dos olhares, que nas noites,
desnudavam segredos.
Das mãos, que até ao amanhecer,
guardavam sonhos e,
colhiam flores. "

=- Bruno de Paula -=

GUARDO ...


" Guardo-te como um beijo
adormecido na pele doce.

Guardo os desejos
que na terna luz vi passar.

Guardo sentimentos
que um dia se esbarraram
na penumbra de um olhar. "

=- Bruno de Paula -=

CHAMAS DA PAIXÃO


" Toda paixão queima como o carvão.
Primeiro,
exibe suas chamas.
Com o tempo,
arde como a brasa.
Depois de tudo isso,
vem o vento e, 
carrega as cinzas. "

=- Bruno de Paula -=

10 de fev de 2012

TEMPO


" Com o tempo
aprendi a te amar.
E esse mesmo tempo,
não me deu tempo
para me declarar.
Deixei o tempo passar ...
Mas o tempo, 
insiste em me cobrar.
Não sei se há mais tempo,
só o tempo dirá,
se ainda há tempo,
de me amar. "

=- Bruno de Paula -=

9 de fev de 2012

PELE


" É na tua pele
Que nasce meu Poema.
Que a brisa fria se anuncia
Que a chuva fina arrepia.

É na tua pele
Onde te amo de verdade.
Onde me entrego sem enganos
Onde dispo meus segredos.

É na tua pele
Que provo teus desejos
Que respiro tuas loucuras
Que me doo por inteiro.

É na tua pele
Onde renasço
E me desfaço.
Onde te faço Mulher. "

=- Bruno de Paula -=