Seguidores

24 de nov de 2009

VÔO DA ETERNIDADE


" Sob todos os céus,
Invoco o teu amor.
Palavras que ecoam a tua procura,
Falam-me da tua partida.
De que tua alma
Já flutua em meio as nuvens,
Em seu vôo, para eterna liberdade.
Resta-me agora
Descer minhas pálpebras
Fechando assim
As janelas da minha Alma "

=- Bruno de Paula -=

NÓS TRÊS


" Tempo e Palavras, são livres ...
Não sou o dono deles,
Nem eles de mim.
Sentimo-nos
Mais a vontade assim ... "

=- Bruno de Paula -=

MATEMÁTICA DA SAUDADE


" O que Falta-me de momentos contigo,
Sobra-me em saudade,
Multiplicada pela tua ausência,
Sem ter como Dividir,
Esta dor com ninguém ... "

=- Bruno de Paula -=