Seguidores

6 de abr de 2010

PELA PORTA DO MEU SILÊNCIO


" Pela porta do meu silêncio
Entram pássaros encantados.
Voam pelo meu jardim ...
Trazem no canto,
Notícias de você.
Nas asas,
Saudades de nós.
Depois da revoada,
Encosto a porta.
Aconchego-me no silêncio
Da tua ausência.
Fecho os olhos ...
E respiro "
=- Bruno de Paula -=

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.