Seguidores

10 de out de 2009

AMORES


Amo a Vida, por ser curta demais ...

A Natureza, porque nela encontro a paz ...

O Canto dos Pássaros, por ser a mais linda melodia ...

O Crepúsculo, porque nele encontro as mais belas cores ...

A Chuva, que trás o cheiro da minha infância ...

O Perfume das Flores, o mais puro de todos ...

A Poesia, que a qualquer um encanta ...

Os Amores que tive ... Pois deixaram SAUDADES.

4 comentários:

  1. Sua sensibilidade transcende...
    Percebe além das aparências...
    Descortina o véu...
    Descobre tua alma, teu coração...
    E fala do amor...como ele é...
    Simples... Gigantesco...Lindo...
    Te beijo...mas com um toque meu..ris
    TERNO e eTERNO!!!

    ResponderExcluir
  2. É ISSO AÍ BRUNO...O HOMEM NÃO PODE ESQUECER... ELE SEM A NATUREZA...SIMPLESMENTE NÃO EXISTE...NÃO TEM POESIA...E VC FALA DELA COM PROPRIEDADE...COM PAIXÃO!!!ABRAÇOS!!!

    ResponderExcluir
  3. O nosso universo em si não tem sentido sem o nosso olhar que lhe atribui identidade, respeito, sentimento... e a sensibilidade dos seus versos... Quem ama, sabe o verdadeiro sentido do amor... Bjos!!!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.