Seguidores

28 de nov de 2009

FORMAS E NORMAS


" Vagueio pela noite.
Abraço a Lua nua,
Em meio aos beijos
Dos enamorados.
Tudo chega a cada instante ...
Uma vida, um sonho, um pedido de amor.
Aqui tudo ocupa o teu lugar.
Perante meus olhos,
Futuros amores com destinos marcados
Desfilam indiferentes
Diante deste Poeta viajante.
Estendo meus braços
Abro as cortinas do tempo-espaço.
Meus pensamentos, vagos e frágeis
Correm ecoando caminhos intermináveis
Do amor, da paixão e da solidão.
Já "amanhece", fecho as cortinas,
Despeço-me da Lua amada.
Retorno ao meu tempo-espaço,
Com mais um aprendizado ...
Mudam-se as formas,
Nunca as normas ... "

=- Bruno de Paula -=

2 comentários:

  1. QUE FORMA FASCINANTE DE FALAR...LI SOMENTE QUATRO VEZES(RISOS)...CADA LEITURA DESCOBRI ALGO DIFERENTE...LINDO!!!

    ResponderExcluir
  2. Tem sabor de novidade... nada do que foi ontem... pode ser igaual ao hje... Lindo!!!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.