Seguidores

28 de nov de 2009

COMO UMA BORBOLETA


" Lendo o teu sorriso,
Soltei minhas palavras ao vento
Como se fossem uma borboleta
Que voa sob o manto do luar
E o brilho das estrelas,
Beijando os mais belos jardins.
Trazendo nas asas,
A essência da tua Alma
O perfume do teu corpo
A doçura do teu olhar
O néctar dos teus lábios ... "
=- Bruno de Paula -=

4 comentários:

  1. Você me faz acreditar que nada exite sem amor. Traz uma paixão tão grande em suas palavras... Mostra que um coração não vive sem carinho... sem as asas do amor... as asas do sonho...

    Seus versos tocam-me a pele, o rosto, o coração e a alma... És um feiticeirinho poeta...rsrs..

    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  2. Você me faz acreditar que nada exite sem amor. Traz uma paixão tão grande em suas palavras... Mostra que um coração não vive sem carinho... sem as asas do amor... as asas do sonho...

    Seus versos tocam-me a pele, o rosto, o coração e a alma... És um feiticeirinho poeta...rsrs..

    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  3. Encantada ...
    Trago em "minhas asas" também...
    a doçura que fazes transbordar...
    somente com tuas palavras...
    Quem já teve uma borboleta nas mãos ...
    Sabe a importância da delicadeza..
    e da sua liberdade.

    Há tempos me vejo “Como uma borboleta”:
    “Borboletas são livres... Minha alma também...Anseio liberdade,beleza, amor, paixão, ar, calor...Preciso criar...Voar...Sentir o vento nos cabelos,mas os pés no chão...Quero abraço,mas quero espaço..." (D.A.)

    Os beijos são os da "doçura do néctar"...

    ResponderExcluir
  4. Traduzir sentimentos, poema terno, sensível... Abraços, Poeta!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.