Seguidores

24 de out de 2011

RABISCOS DE LUZ


" Pobre pensador.
Vagueia por sonhos perdidos,
atrás dos laços rompidos.
Tens na alma a dor da nostalgia
e no olhar, o reflexo da solidão.
Vida sem janelas.
O que hoje nasce em ti,
são meros rabiscos de luz
oriundos de um coração cansado
que ainda respira ... "

=- Bruno de Paula -=
(Tela de Cândido Portinari)

Um comentário:

  1. LINDO DEMAIS!!!! amei!!! sensível, como toda a sua obra! abraços!!
    Socorro Gregório

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.