Seguidores

18 de abr de 2012

(...)


" Quando a manhã se desprende,
meus olhos respiram 
a serenidade do orvalho que repousa.

Minh'alma, ainda liberta,
sorrindo ...
Regressa com o perfume das flores. "

=- Bruno de Paula -=

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.