Seguidores

12 de abr de 2012

(...)


" Às vezes, chego em casa,
porém,
tão distante de mim ...
Tal qual uma peregrina,
com seu coração viajante.
Sem morada fixa.
Sem motivos, 
para desfazer as malas. "

=- Bruno de Paula -=

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.