Seguidores

11 de dez de 2011

TUDO ...


" Tudo que sentimos,
tudo ...
Eterniza-se dentro de nós.
Por vezes,
nos toca como uma leve brisa.
Outras,
como um eterno silêncio. "


=- Bruno de Paula -=

3 comentários:

  1. Por isso....

    VOU ESCREVENDO

    Palavras escritas
    Que dou meu sentimento
    De boca fechada
    Deixo minha alma falar
    Em folhas brancas
    Salpico paixões

    Mágoas tristes
    Molhadas com lágrimas
    Num registo inquieto
    Nas palavras por dizer

    Ah quem me dera ser poeta
    Ter nas mãos as palavras
    Que nascem na minha alma

    Ah se eu fosse poeta
    Largava meu coração
    Aos ventos da imaginação…

    ResponderExcluir
  2. Pensei em dormir, mas sentimentos me chamaram a noite inteira. Tentei fugir... lembranças bateram a minha porta... Tentei esquecer o amor, mas esse não silencia...me agarra, me devora... Bjos!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.