Seguidores

25 de set de 2011

PINGOS DE SAUDADE


" Meus olhos marejam
quando ainda ouço
o cantar da chuva em minha janela.

São nuvens passageiras,
desprendidas do tempo,
vestidas de saudades.

Saudades ...

De minha infância
Do cheiro do mato molhado.
Da terra regada.

Da alegria da criançada.
Da roupa molhada.
Da alma lavada "


=- Bruno de Paula -=

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.