Seguidores

14 de ago de 2011

FOLHA SECA


" Súbito é o seu cair ...
Triste e lenta queda,
solitária em seu partir.

Maltratada pelo tempo
velada pelo outono,
chora o vento, sua despedida.

Embalada em sono eterno,
esquecida na pedra fria,
jaz "


=- Bruno de Paula -=

Um comentário:

  1. VENTOS DE OUTONO

    Pinto
    Folhas minhas
    Em cores de Outono
    Que chegam
    Em ventos mansos

    Cheiro
    Terra seca
    Pois caiem
    E apanho
    Como tesouro meu

    Em remoinhos
    Esvoaçam
    Em bailados
    Suaves
    Planando
    Na brisa

    Ventos de Outono
    Que voltam
    Em frias manhãs
    Trazendo as folhas
    Que caiem
    Por mim pintadas...

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.