Seguidores

13 de mar de 2011

COMO UMA BRISA


" Com um chegar inocente
Beijo-te levemente.
Sou saudade,
Na pele de brisa quente.
Mal me sentes,
Descubro-te lentamente
Percorro o teu corpo
Respiro-te calmamente.
Tens-me,
Quando me sonhas.
Pertenço-te,
Na eternidade de cada momento.
Amo-te em silêncio ... "


=- Bruno de Paula -=

2 comentários:

  1. vim aqui me embriagar de amor , de paixão.e de alegria. para ler tantas poesias lindas, que fazem meu coraçaõ palpitar...
    abraçosss

    ResponderExcluir
  2. Quanta ternura, sorrisos e desejos fazem parte da nossa história...é preciso ter coragem, alimentar a certeza dentro do imenso universo que reflete surpresas e incertezas... Ousadia reflete um delicioso amar...
    Beijos!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.