Seguidores

22 de jul de 2010

SINTO ...


" Sinto a brisa da noite
Na face ...
Nas mãos ...
No corpo que deita e te deseja.

Ouço da brisa
O sussurro das palavras que escreves
E que me vestem
Em noites de céu azul.

Sinto o teu perfume
No vento que me beija e fica.
Sinto tuas carícias
Que me envolvem, até o amanhecer ... "

=- Bruno de Paula -=

3 comentários:

  1. RETORNO EM GRANDE ESTILO... COMO SEMPRE... UM POETA APAIXONADO E ROMÂNTICO... QUE BOM PODER APRECIAR SEU TRABALHO NOVAMENTE!!!! ABRAÇOS DE SUA AMIGA E FÃ!!!

    ResponderExcluir
  2. "O tempo não pára! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempo...(Quintana)
    Tua delicadeza em transformar as palavras em ternas seduções permanece meu poeta...
    Saudades foi o que me trouxe aqui... Beijinhos...

    ResponderExcluir
  3. FICO FELIZ POR VOCÊ RETOMAR SUA ESSÊNCIA EM POETAR...
    QUERO -TE FELIZ SEMPRE!
    TENHO EM TI UMA ADMIRAÇÃO PELO POETA QUE ÉS...
    E PELO AMIGO.
    DESEJO COMO SEMPRE DESEJEI SEU ENCONTRO MÁGICO COM
    O AMOR!
    SEMPRE AMIGA!
    LINDO POEMA!BJS

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.