Seguidores

5 de jun de 2010

POETA



" Respirando
Dor e paixão em tua solidão
Todo Poeta,
Na magia da sua inspiração
Desnuda em palavras
A essência de um coração "

=- Bruno de Paula -=

Um comentário:

  1. Pérola solta


    Sem que eu a esperasse,
    Rolou aquela lágrima
    No frio e na aridez da minha face.
    Rolou devagarinho...,
    Até a minha boca abriu caminho.
    Sede! o que eu tenho é sede!
    Recolhi-a nos lábios e bebi-a.
    Como numa parede
    Rejuvenesce a flor que a manhã orvalhou,
    Na boca me cantou,
    Breve como essa lágrima,
    Esta breve elegia.

    José Régio

    Adorável passar pelo seu espaço encantado e encher a alma de alegria.
    Beijos da Fada do Mar Suave.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.