Seguidores

20 de jan de 2010

PORTA ENTREABERTA


"O frio que entra pela porta entreaberta,
Que tu ainda não empurrastes,
Gela ainda mais a minha espera.
Apenas em versos me visitas.
Apenas em sonho nos amamos.
Só sinto o teu perfume
Quando me perco nas viagens
Pelo nosso mundo.
A Poesia ... "
=- Bruno de Paula -=


2 comentários:

  1. Finalmente a poesia saindo da mesmice, algo raro aqui na net.

    Adorei o que li: bom gosto,inteligência e sensibilidade tocantes ao coração e à alma.

    Voltarei!!

    Carinhos,poeta.

    Milene Sarquissiano

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.