Seguidores

3 de dez de 2009

QUIS UM DIA


" No infinito azul do céu
Guardo tudo
Que um dia eu quis ser.
Lá o vento não alcança,
E a solidão, apenas espreita.
Quis um dia ser teu Poeta,
Profeta dos meus sonhos.
Versejar nas noites,
Ser alma em cada verso.
Quis ser teu sonho secreto,
Teus desejos e fantasias.
Quis ser o mar que te ouvia,
Em teus dias de agonia.
Quis ser o norte do teu olhar,
Tua estrela guia.
Quis um dia ser teu Poeta.
Mas o destino ... Não "

=- Bruno de Paula -=

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.