Seguidores

31 de dez de 2009

LEIO -TE


" Decifro as palavras nos teus lábios
Enquanto eles mapeiam meu corpo
Arrepiando minha pele
Adormecendo meus silêncios
Despertando meus desejos.
Leio as palavras ...
De quero mais nos teus olhos,
No longo passeio das tuas mãos "
=- Bruno de Paula -=

2 comentários:

  1. Seus poemas são imponderávies... Amor que não se define... e se vive... amar sem hora marcada, sem limites... Bjos, meu Poeta!!!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.