Seguidores

8 de nov de 2009

EM MINHAS MÃOS

" Não tenho o tempo em minhas mãos.
Apenas, o meu chão, que por vezes,
Tange, entre a razão e a emoção.

Não tenho o talvez, no coração.
Somente o sim e o não,
Amor ou ilusão.

Tenho medo das palavras.
Que jogadas ao vento,
Podem machucar.

Tenho medo de olhar pra trás
E não poder, mais voltar.
Perder a ponte entre nós.

... Só espero
Que o tempo não me faça
Ter a dúvida, em minhas mãos ..."

-=Bruno de Paula -=


Um comentário:

  1. "Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas,que já têm a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos,que nos levam sempre aos mesmos lugares.
    É o tempo da travessia : e se não ousarmos fazê-la,teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos..." (Fernando Pessoa)
    Beijinhos...

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.