Seguidores

25 de nov de 2009

CICLO


" Laranja madura
Colhida no alto da colina
Depois de espremida
Foi-se o sumo
Acabou-se a doçura
Veio a secura.
Jogada ao chão,
Lamenta pelas sementes.
Ali largadas ...
Clamam pelas águas "

=- Bruno de Paula -=

2 comentários:

  1. SABE COMO EU LI ESSE POEMA???LI COM OLHOS FUTURISTAS...MAS UM FUTURO BREVE...A DOCE LARANJA...SÃO TODAS NOSSAS RIQUEZAS...QUE SÃO SÓ EXPLORADAS...O HOMEM IRÁ ATÉ O FIM...O SUMO(NATUREZA)...TÃO IMPORTANTE DEVERIA SER PRESERVADO...MAS...O QUE MAIS IMPORTA É O AGORA...DAÍ...A FONTE SECARÁ...CLAMAR...PODERIA SER TROCADO POR PRESERVAR...AS SEMENTES...SERÃO NOSSOS FILHOS...QUE FUTURO NOSSOS FILHOS TERÃO?AMEI SEU POEMA!!!

    ResponderExcluir
  2. No "Ciclo" denominado Vida...quando a doçura se vai...ainda temos a POESIA...que como gotas d'agua... inundam a terra árida...fazendo uma das mais lindas sementes germinar : a Esperança...

    Bruno assim que fico: a esperar cada poema teu...

    Bjus sedentos ...
    Ah...a doçura que transborda em teus poemas...vicia...

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.